• Cristina Horst

PORQUE OS PLANEJAMENTOS FALHAM?


Todo ano é a mesma história: a gente começa super animado e cheio de planos. Chegou a minha hora de dominar o mundo! Mas alguma coisa acontece no meio do caminho e, sem perceber, a empolgação vai embora e com ela, a disposição de seguir um planejamento.


Isso já aconteceu com você? No final do ano a gente cria uma lista enorme de coisas que quer pro novo ano que vai começar: emagrecer, guardar dinheiro, fazer exercício físico todos os dias, começar a pós graduação, trocar de carro e por aí vai.


Quando chega junho a gente ainda lembra que tem uma lista, mas muita coisa já ficou pra traz. Finalmente, quando chega dezembro é hora da verdade e bate a dúvida: aonde mesmo eu anotei a minha listinha de coisas? E quando damos a sorte de encontrar a dita cuja, nem sempre a surpresa é positiva ao checar as realizações.


Então, movidos pela esperança de dias melhores, criamos uma nova lista para o novo ano, para simplesmente repetir esse ciclo.


Em meio ao misto de frustração e busca de entendimento cabeça só consegue pensar: o que eu fiz de errado?


Porque os planejamentos falham?

São muitos os motivos, mas a grande maioria não passa de desculpas verdadeiras. É tudo verdade, mas não passam de desculpas.

Para sair de ciclo de repetição vou listar aqui alguns dos principais motivos que levam um planejamento ao fracasso, assim você já saberá como se proteger.


- O monstro do prazo: os planejamentos falham porque criamos monstros gigantes completamente descolados da nossa realidade. Um exemplo clássico: emagrecer 15 quilos em 3 meses. É uma meta extremante desafiadora justamente porque o prazo para alcançar esse objetivo é curto demais. Até é possível perder 15 quilos de forma saudável, com exercícios e dieta, mas o resultado pode não ser tão rápido quanto o esperado.


- A tal da rigidez: É aquele tipo de meta assim: vou economizar e não gastar NADA com lazer durante o ano todo. Uma meta assim não tem como dar certo simplesmente porque é um cenário irreal. O dinheiro existe na nossa vida para trazer tranquilidade e felicidade e esse excesso de rigidez com certeza terá um impacto muito negativo em outras áreas, como humor e saúde mental.


- Completo e complexo: Alguma vez você já decidiu que ia cuidar melhor do seu dinheiro e foi logo procurar a planilha mais complexa, o aplicativo mais incrível pra te apoiar? E depois, o que aconteceu? Se a resposta foi que tempos depois você abandonou esse projeto, saiba que não está só. Quando a tarefa é difícil por si só e ainda escolhemos ferramentas que nem a gente mesmo dá conta de alimentar e entender, não tem como dar certo.


- Me ajuda a te ajudar: A falta de organização na vida também impacta as nossas realizações. Não adianta pensar que vai fazer dieta se você não se organiza e chega sempre em casa faminta e as únicas coisas que tem na geladeira são comidas que não são saudáveis. O mesmo acontece com o dinheiro: esperar sobrar no final do mês pra investir é a maior pegadinha do mundo porque a gente não deixa sobrar.


- Porque mesmo? Na hora de planejar escolhemos objetivos demais, inclusive muitos deles não são realmente importantes. Não há problema algum em mudar de ideia e excluir ou incluir uma nova meta. O problema é não decidir ou ficar enchendo a sua lista de itens que logo de cara você não está disposto a agir para realizar. Vai por mim, isso é perda de tempo. Na hora de definir suas prioridades, menos é mais!


Mas se existem tantos motivos para dar errado, vale a pena me planejar?

Sem sombra de dúvidas! Quando você planeja a realização de algo, a chance disso se realizar aumenta exponencialmente, porque você já define o que será necessário pra isso. Saber por onde começar e ter uma ideia dos próximos passos te coloca um degrau mais próximo das suas realizações.


O que aumenta a chance de sucesso do planejamento

- Ter clareza do você está disposto a buscar. Poucos objetivos perseguidos com determinação tem muito mais chance de sucesso, pois você terá mais foco para buscá-los.

- Definir objetivos com prazos reais para sua realização.

- Criar o ambiente favorável para alcançar a sua meta é fundamental e a melhor saída é se antecipar. Se o seu problema é que não sobra dinheiro para poupar, poupe antes de gastar. Antecipe e neutralize os seus vilões.

- Manter certa flexibilidade para mudanças. Isso te ajudará a se manter sempre próximo do que realmente importa.

- Manter a simplicidade no seu planejamento, porque o simples também funciona.


O planejamento é a ferramenta que te aproxima das suas realizações. Além de organizar as ideias ele transforma a jornada para alcançar seus objetivos em algo muito mais leve, pois é como uma bússola que desenha a rota que você deve seguir.


Quer trocar uma ideia sobre como criar um planejamento efetivo para você? Me chama AQUI!


Até a próxima!