• Cristina Horst

COMO FAZER A MINHA FAXINA FINANCEIRA?


Faxinar a casa pode não ser tão divertido, mas você já experimentou o prazer de após horas de trabalho sentar no sofá com tudo arrumadinho e sentir aquele cheirinho de limpeza no ar? Pois é, a faxina financeira é muito semelhante: parece um negócio sem fim, contudo, quando você termina o sentimento é de paz.


Essa faxina consiste em olhar para suas contas e eliminar aqueles gastos que não fazem sentido. Pense em quantos desperdícios cometemos diariamente: a comida que estraga na geladeira, os banhos intermináveis, aquela tarifa bancária que você nem sabe o que inclui, aquele seguro que está sombreando outras coberturas, a conta de telefone que te cobra um absurdo e não fornece os benefícios desejados, aquelas três assinaturas de aplicativos de streaming de vídeo, e por aí vai. A lista é grande!


A proposta é que você analise as seus comportamentos e suas contas para entender onde é possível realizar adequações. Aqui vai um aglomerado de ideias para você começar a rever seus gastos e identificar em quais desses itens há a possibilidade de ajuste: tarifas bancárias, seguros, assinaturas (tv a cabo, internet, aplicativos de música, streamings, revistas, etc.), idas repetidas ao mercado, conta de água e luz, rotina de alimentação fora do lar, gastos com o cartão de crédito e combustível.


Lembre-se: vários pequenos gastos ou desperdícios somados ao longo do tempo tornam-se monstruosos! Por isso, adote o hábito de observar seu padrão de consumo e conferir o seu extrato bancário e a partir disso, realize as adequações, ou seja: faxine! Esteja atento aos itens que possam ser diminuídos ou eliminados e faça bom proveito do seu rico e suado dinheirinho!



Clique AQUI e confira mais dicas como essas no meu canal do YouTube!