• Cristina Horst

COMO CUIDAR DAS FINANÇAS A DOIS!

Finanças para casais


Na hora do namoro é comum que tudo seja separado, mas aí o tempo vai passando, o relacionamento vai ficando cada vez mais estável e íntimo e chega a hora em que as contas não são mais tão independentes. E aí, como lidar com as finanças?


Converse sobre dinheiro

Independente se estiver morando ou não sob o mesmo teto, falar sobre dinheiro precisa deixar de ser um tabu entre os casais!

Dinheiro é apenas mais um dos assuntos que devem ser tratados, pois presunções não verbalizadas pode ser uma fonte de atritos. Essa conversa deve ser natural, pois o dinheiro está na nossa vida cotidianamente, falar sobre ele também deve ser assim.


Construam sonhos conjuntos

Quando nos juntamos a alguém como par romântico, o fazemos porque nos sentimos bem nessa presença e desejamos construir um futuro juntos.

E para que essa junção dê certo é importante que ambos estejam cientes de que futuro é esse. Por isso, a dica é construir sonhos e planos comuns aos dois. Dividam realmente o projeto de vida!

Separe um momento específico a dois para essa conversa, para que outros assuntos não tirem o foco. Que tal marcar um jantar pra tratar disso? Nada melhor do que definir o caminho que queremos seguir com quem amamos em momentos de alegria e tranquilidade.


Saiba eleger prioridades conjuntamente

Tão importante quanto construir esses sonhos é decidir qual deles é o mais importante para o casal. Quando há consenso, as chances de se alcançar esses objetivos são muito maiores, pois são duas pessoas trabalhando no mesmo sentido. Uma boa conversa consegue preencher lacunas e evitar desentendimentos. Aproveite o momento daquele jantar e já saiam com a listinha pronta!


3 objetivos: o meu, o seu e o nosso

Quando estamos em um relacionamento a dois os sonhos conjuntos são parte dessa relação. Ainda assim, esse planejamento não exclui a necessidade de se manter os sonhos individuais. Só conseguimos estar inteiros para o outro quando estamos inteiros pra nós mesmos!

Mantenha as suas metas individuais em dia!


Ninguém muda ninguém

Sabe aquele comportamento do seu par que não te agrada? Então, você já tentou conversar sobre ele e mais do que isso, refletir porque isso tanto te incomoda?

Ninguém muda ninguém, mas com uma boa dose de conversa, carinho e entendimento de ambos os lados, é possível encontrar uma forma consensual e mais leve de tomar decisões e mudar hábitos e comportamentos.

Lembre-se: é impossível que o outro adivinhe quais são os seus desejos e expectativas, então, pra facilitar a vida de todo mundo, a Conversa é uma excelente aliada.

E nesse aspecto, reitero sobre a importância de conversar sobre hábitos financeiros também, pois eles podem minar a relação.


Hábitos financeiros

Os hábitos danosos podem ser vários: desde a conta que é sempre paga em atraso, até a infidelidade financeira, que é quando um esconde gastos ou ganhos do outro.

Quando escolhemos passar a vida ao lado de alguém, estamos confiando a essa pessoa o nosso bem mais precioso que é nosso tempo de vida. Não faz sentido então, esconder outros aspectos que fazem parte da nossa vida. Se a forma como você administra seu dinheiro é um problema, converse sobre isso. Conversando você pode encontrar maneiras que te ajudarão a lidar melhor com a questão.


Contas conjuntas ou não?

Para essa decisão é importante saber que quando se opta por contas conjuntas, ganha-se em tempo e planejamento. No entanto, só vai funcionar se o casal tiver alinhado os seus planos e objetivos.


Se essa for a opção, é importante considerar o seguinte:

- unificar o controle dos gastos e dos investimentos em uma única planilha;

- manter a documentação conjunta das contas do casal;

- unificar os cartões de crédito é uma boa opção para barganhar tarifas e aproveitar melhor os programas de pontuação.


Manter contas bancárias separadas também pode funcionar, mas lembre-se que isso é sinônimo de tarifas em dobro.

Se essa for a opção, mantenha pelo menos os investimentos para os sonhos do casal de modo concentrado.


Mesada dos adultos

Mesmo se as contas forem conjuntas, é importante manter uma parcela dos valores para os gastos individuais, que funciona como uma “mesada”. Esse é o valor que cada um terá 100% de autonomia para administrar e que servirá como a recompensa de cada um por ter se mantido no planejamento em todos os outros setores.


Orçamento familiar

Elaborar o orçamento familiar estipulando limites e metas é fundamental. Isso vai ajudar a direcionar as finanças familiares.

O ideal é que esse orçamento seja simples de ser compreendido e acompanhado. Orçamentos muito complexos e de difícil entendimento só aumentam a vontade de desistir, então foque na simplicidade.

Lembre- se que tão importante quanto elaborar é respeitar esse orçamento.

Pra ficar mais fácil a dica é concentrar todas as informações em um só local e fazer o acompanhamento semanal. Assim vocês terão mais tempo para agir caso precisem realizar alguma correção ou ajuste e vão evitar levar grandes sustos no final do mês.


Manter 1 ou 2 carros?

Um automóvel custa bastante dinheiro, pois a conta deve considerar além do investimento para a aquisição do bem, os valores implícitos de seguro anual, IPVA, combustível, manutenção, estacionamento, depreciação, entre outros.

O casal precisa avaliar qual é a verdadeira necessidade e colocar todos os custos na ponta do lápis. Hoje em dia existem outras opções além da compra, que incluem o transporte por aplicativo e mesmo as assinaturas de carro, onde o aluguel é por um tempo determinado.

Se a decisão ainda for pela manutenção de 2 veículos, existem mais duas questões a serem definidas: a necessidade e o status.

- A necessidade será atendida pela escolha que trouxer o maior custo-benefício. Isso é individual para cada realidade, pois casais com filhos tem necessidades diferentes de um casal sem filhos.

- O status está ligado não apenas ao valor do bem, mas também ao modelo e estilo de vida da pessoa. Aqui entra a parte do gosto pessoal, que pode ou não encarecer a escolha. Lembre-se que é aqui que se definem as preferências que podem te levar a escolher tanto um fusca quanto um modelo esportivo.

A escolha final deve considerar a necessidade e a capacidade financeira para manutenção das escolhas.

Investimentos

Tenham disciplina ao investir. Façam isso logo no início do mês, pra que se torne um hábito. É a consistência nesses aportes que vai dar robustez aos seus investimentos e aproximá-los da realização dos seus sonhos.

Lembrem-se de também investir tempo para administrar as conquistas de vocês! Afinal, tudo o que foi conquistado também precisa ser cuidado, como os investimentos.


Celebrem as conquistas das metas do casal

Reconheçam o esforço mútuo para a realização dos sonhos de cada um de vocês. Celebrem as suas conquistas! Reserve um percentual para esse objetivo também, planejando as datas especiais e viagens a dois. Isso vai dar a vocês uma dimensão maior do quanto estão evoluindo e como os esforços são recompensadores.


Até a próxima!



Clique AQUI e confira mais dicas para cuidar das finanças a dois no meu canal do YouTube!