• Cristina Horst

CARRO: COMPRAR, ALUGAR OU USAR APLICATIVO?

Quando vale à pena ter um carro? Em algum momento da sua vida você já deve ter se deparado com esse questionamento. Essa é uma decisão que costumamos tomar considerando questões que vão muito além das financeiras, envolve também a necessidade, o sonho e o desejo.

Mesmo que seja uma decisão embasada em fatores emocionais, ainda dá pra semear racionalidade na escolha, e esse é o desafio que proponho nesse “bate-papo”!

Um automóvel custa bastante dinheiro, pois além do investimento inicial são vários os outros custos que acompanham essa decisão. Antes de partir para os detalhes que se referem especificamente às finanças, existem dois outros pontos a considerar: a necessidade e status.

- Necessidade: diz respeito à qual necessidade precisa ser atendida com essa compra e qual escolha trará o maior custo-benefício. Isso varia em cada realidade, pois como podemos comparar, pessoas solteiras têm necessidades diferentes de um casal com filhos, por exemplo.

- Status: está ligado não apenas ao valor do bem, mas também ao modelo, gosto pessoal e estilo de vida da pessoa. Isso pode ou não encarecer a escolha, pois aqui define-se se possante será um fusca ou um modelo esportivo.


Definidas essas duas questões, mergulharemos então nas três principais estratégias para avaliar qual situação se enquadra melhor à suas necessidades.



ESTRATÉGIA 1 - Comprar o carro

Para saber exatamente quanto essa aquisição vai custar para você, leve em consideração os itens:

· valor total das parcelas do financiamento;

· valor do seguro;

· IPVA e licenciamento;

· manutenção; e

· depreciação.


Dica: Uma boa pesquisa na internet, especialmente nos sites das empresas fabricantes, vai te trazer informações muito próximas da realidade. Aí é só somar tudo e dividir por 12 pra saber o custo mensal do carro.


Vantagem:

- o carro é seu e você tem total autonomia para tomar as decisões relacionadas a ele, especialmente no que diz respeito ao seu uso.

Desvantagem:

- altas taxas de juros em financiamentos;

- depreciação, que é a desvalorização do bem ao longo do tempo e custos de manutenção sob sua responsabilidade.


ESTRATÉGIA 2- Aluguel por assinatura

É possível alugar um carro novo por um ano ou mais. Nesse sistema você paga uma mensalidade por essa utilização e tem as especificações do uso definidos em contrato. Quanto maior o tempo do contrato de aluguel, menor o valor da parcela.


Dica: Pesquisar nas locadoras a assinatura e comparar os tipos de veículo, tempo de locação e valores. Lembre-se que o aluguel por assinatura é diferente de locações para dias específicos, pois nesse tipo de contrato você fica com o carro por um período consecutivo mais longo.


Vantagem:

- no valor do aluguel já estão incluídas todas as despesas de manutenção como as revisões obrigatórias e o seguro.

- Ao fim do contrato você pode simplesmente contratar outra assinatura de um carro mais novo ou até de um modelo diferente em uma operação muito mais simples e rápida do que a transação de compra e venda costuma exigir.

- Não será necessário imobilizar uma grande soma na aquisição do veículo. Se você estiver com esse dinheiro disponível, poderá deixá-lo aplicado rendendo e utilizar apenas o valor correspondente às parcelas.

- Os valores correspondentes ao IPVA e ao licenciamento podem também estar à cargo da locatária.


Desvantagem:

- os prazos de contrato de locação mais longos que dão acesso a valores mais baixos de parcela, o que implica em manter o uso do mesmo carro por mais tempo. Isso pode ser uma desvantagem se você pretende trocar de carro em um período de tempo mais curto.

- Pequenas avarias não previstas no seguro devem ser custeadas pelo locador.

- O contrato pode prever restrições de uso quanto a atividades remuneradas (como trabalhar como motorista de aplicativo) e também pode prever limite de quilometragem, o que pode acarretar em custos adicionais.


ESTRATÉGIA 3- Aplicativo de transporte

Atualmente é possível assinar a utilização mensal de aplicativos de transporte como a UBER, ou contratar esse serviço por corrida.

Dica: Para concluir se é ou não um bom negócio, é importante analisar a frequência de uso e as distâncias usualmente percorridas.

No caso do Uber, na assinatura você pode ter acesso a alguns benefícios como o 10% de desconto nas viagens de UberX, que é a categoria de carros mais confortáveis; entrega grátis de Uber Eats que são os serviços de entrega de comida em pedidos de mais de R$ 30 e até mesmo a entrega grátis em pedidos de Cornershop (delivery de supermercado) em pedidos superiores a R$ 100.


Vantagem:

- a contratação é por corrida, então você só paga quando usar o serviço;

- você não terá que arcar com despesas como IPVA, licenciamento, lavagem ou qualquer outro custo com o veículo;

- diminuição do risco de contrair multa de trânsito;

- praticidade e economia com estacionamentos, já que você não precisará se preocupar com isso.


Desvantagem:

- estar à mercê da disponibilidade de prestação do serviço, que pode te custar um maior tempo de espera e até mesmo a inexistência de um motorista disponível para o local ou horário em que você estiver precisando;

- restrições para a prestação dos serviços que podem ser importantes para você, como no caso de precisar transportar pets.


Na hora de fazer as contas para comparar as opções, lembre-se:

- calcule todas as despesas que terá com o carro, incluindo as despesas extras como combustível, estacionamentos e lavagens. Você precisa ter certeza de que seu orçamento irá comportar todas essas despesas antes de se comprometer.

- considere o “custo oportunidade” que representa o que você deixará de ganhar com a compra. Essa conta é feita com base no valor que você ganharia deixando aquele dinheiro em uma boa aplicação financeira. É só fazer a conta contrária: se você não precisasse comprar o carro e pudesse poupar o valor destinado a ele todos os meses, quanto ele renderia ao final do prazo?


Utilize essas informações como guia pra hora de decidir, porque mesmo que a decisão não seja 100% racional, conhecer suas implicações financeiras te levará por um caminho mais seguro e assertivo na escolha da estratégia que faz mais sentido na sua vida!


PS: escrevo essas linhas no mesmo dia em que efetivei a venda do meu carro e estou feliz da vida! Com as mudanças da pandemia, um carro só passou a ser mais do que suficiente para duas pessoas que trabalham em home office e a manutenção de um segundo carro havia se tornado um passivo desnecessário. Tá vendo? Cada caso é um caso... boa sorte na sua escolha!

Clique AQUI e confira mais dicas como essas no meu canal do YouTube!